Explosão de dois carros-bomba deixa sete mortos e cinco feridos na Somália

Dois carros-bomba foram detonados nesta terça-feira (29) em Mogadíscio, capital da Somália. O atentado deixou pelo menos sete pessoas mortas e outras cinco feridas, de acordo com informações preliminares da polícia local.

O primeiro ataque aconteceu no centro da cidade. O condutor do veículo tentava chegar à prefeitura, mas explodiu ao ser parado por agentes em um posto de controle do serviço de inteligência somali, muito perto da zona histórica de Mogadíscio.

O outro carro-bomba foi detonado pouco mais de uma hora depois e o alvo era um grupo de engenheiros turcos da empresa Banadir Electric. Eles viajavam para a sede da companhia, em Ceelasha, a cerca de 15 quilômetros do local do atentado.

O grupo jihadista Al Shabab reivindicou a autoria dos dois atentados, por meio de comunicado feito em uma emissora de rádio. Os terroristas, entretanto, não explicaram as motivações. Mogadíscio é cenário frequente de atos do grupo, ligado à Al Qaeda.

Em 15 de janeiro, o Al Shabab cometeu outro atentado, contra um complexo hoteleiro de luxo em Nairóbi, capital do Quênia. A ação deixou 21 mortos. Em outubro de 2017, em Mogadíscio, caminhões-bomba mataram mais de 500 pessoasl

O Al Shabab luta para instaurar na Somália um Estado islâmico de linha wahhabita. Essa corrente, sunita, se descreve como ortodoxa, ultraconservadora, extremista, austera, fundamentalista e puritana.

*Com informações da EFE

João Alberto

Jornalista: DRT 0008505/DF. Radialista, Escritor e Poeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *