Flamengo e Corinthians se enfrentam nesta quarta no Maracanã

Válida pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, a partida está marcada para às 21h45

Copa do Brasil se tornou uma “tábua de salvação” para Flamengo e Corinthians no segundo semestre. Para o time paulista, a situação é dramática. Preocupado com a queda nas oitavas de final da Copa Libertadores e a má fase no Campeonato Brasileiro, trocou de treinador. Jair Ventura vai ter de consertar todos os setores, defesa, meio e ataque, mas restam apenas quatro jogos até a taça.

O Flamengo está vivo no Campeonato Brasileiro, mas discute, a cada rodada, a permanência do técnico Maurício Barbieri. Também está fora do torneio sul-americano. Chegar à final da Copa do Brasil seria uma trégua na insatisfação das duas maiores torcidas do País. E será nesse cenário que os times vão duelar nesta quarta-feira, às 21h45, no Maracanã, no jogo de ida das semifinais.

A Copa do Brasil foi definida pela diretoria como prioridade assim que o Corinthians foi eliminado pelo Colo-Colo nas oitavas de final da Libertadores. Com uma vitória nos últimos oito jogos do Brasileirão, a equipe se limita a sonhar com uma vaga na próxima Libertadores. A diferença para o último que se classificaria hoje (Grêmio) é de 11 pontos (41 a 30).

“Não que classifico em primeiro, segundo ou terceiro (em termos de prioridade). É que a Copa do Brasil está mais próxima. Agora é a Copa do Brasil e pontuar no Brasileiro. É trabalhar para ganhar os dois campeonatos”, disse o presidente Andrés Sanchez.

A torcida entendeu o recado. Proibida de entrar no Maracanã em função de uma briga de 2016, a principal organizada do clube convocou seus membros para acompanharem o embarque do time na terça-feira, em Guarulhos. Centenas de torcedores foram apoiar a equipe. Parte da festa que seria feita nas arquibancadas foi antecipada para o saguão de Cumbica. Os jogadores não usaram as áreas comuns do aeroporto.

Em campo, Jair deve ser cauteloso. No treino de ontem, testou três volantes, mas não confirmou a escalação. “Vou me reservar a não falar a estratégia. Depois do jogo vou explicar o motivo, o que fizemos ou deixamos de fazer”, desconversou.

O confronto tem um leve sabor de revanche para o treinador. No ano passado, quando dirigia o Botafogo, ele foi eliminado exatamente nesta fase pelo Flamengo “O jogo foi decidido num detalhe. Foi um drible do Berrío que nunca vi na vida. Quem sabe um drible agora nosso de Pedrinho ou Clayson e a classificação para o nosso lado?”, torce Jair.

O Flamengo coloca todas as suas fichas neste primeiro jogo. Para isso, preparou um esquema especial para escalar dois jogadores que estavam participando de amistosos nos Estados Unidos: Lucas Paquetá (Brasil) e Cuéllar (Colômbia). Em parceria com o Cruzeiro, o time carioca fretou um avião para trazer a dupla e o zagueiro Dedé, que enfrentará o Palmeiras. O trabalho de recuperação muscular será feito no voo.

“Estamos fazendo esforços para contar com jogadores que são importantes não só neste jogo. Têm desempenho bom no ano. Não posso dizer quanto vão jogar”, disse Barbieri.

Mesmo diante da ameaça do Flamengo de ir à Justiça contra a escalação de Fagner, o Corinthians vai colocar o jogador em campo nesta quarta no Maracanã. “(O clube) Tem total segurança. Ele (Fagner) foi cortado pela CBF. Não foi um pedido de desconvocação feito pelo atleta. O Corinthians está tranquilo e trabalhando para que ele tenha condições de jogar”, disse o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves.

A reclamação do Flamengo é que, como Fagner foi convocado para a seleção brasileira, ele não poderia atuar pelo Corinthians, mesmo depois de ter sido cortado devido a uma lesão na coxa esquerda. O prazo de recuperação era de três a quatro semanas, mas ele voltou em 12 dias. “Como se trata de um jogo decisivo, os atletas vão até com lesão, com grau 1, com um edema”, disse Jair.

João Alberto

Jornalista: DRT 0008505/DF. Radialista, Escritor e Poeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *