Jean Wyllys relata novas ameaças e pede providências imediatas a Moro

Segundo o ex-deputado, ameaças incluem os seus parentes

ex-deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), que foi reeleito, mas desistiu do mandato para viver fora do Brasil depois de receber ameaças de morte, relatou novas ameaças por meio de um ofício enviado ao ministro da Justiça, Sergio Moro.

Como informado pela assessoria de Wyllys à coluna da Mônica Bergamo, da ‘Folha de S. Paulo’, ele recebeu duas mensagens em seu e-mail institucional, uma no sábado (26) e outro na segunda-feira (28).

Em um dos e-mails, o parlamentar é informado que está sendo planejado o assassinato de seus familiares. A mesma mensagem foi enviada para os parentes de Wyllys.

“Isto não é uma bravata, é só um aviso. (…) Foram colocados três sicários ao serviço de nossa corporação Comando Virtual Macelo Valle. Dado como objetivo, fora solicitado a eliminação de três alvos de forma não consecutiva”, diz a mensagem. “O Jean pode estar exilado na Europa, ‘seguro’, mas não podemos dizer o mesmo de vocês”, finaliza o autor da ameaça, dirigindo-se aos irmãos do ex-parlamentar.

A mensagem é assinada por Emerson Eduardo Rodrigues Setim, um criminoso que já foi preso e fez ameaças ao deputado anteriormente.

A assessoria de Wyllys  pede a Moro “imediata apuração desses e dos demais episódios e ameaças a que o deputado Jean Wyllys vem sendo violentamente submetido”.

João Alberto

Jornalista: DRT 0008505/DF. Radialista, Escritor e Poeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *