Bolsonaro recua em fusão de Meio Ambiente e Agricultura

Pasta ambiental será comandada por alguém que não seja ‘xiita’ na defesa do ambiente, segundo presidente eleito

presidente Jair Bolsonaro (PSL) declarou que, “pelo que tudo indica”, os ministérios do Meio Ambiente e Agricultura permanecerão separados, e que a pasta ambiental será comandada por alguém que não seja “xiita” na defesa do ambiente.

A declaração foi dada nesta quinta (1º) em entrevista a televisões católicas.

“O Brasil é o país que mais protege o meio ambiente”, diz o presidente. “Nós pretendemos proteger o meio ambiente, sim, mas não criar dificuldades para o progresso.”

Bolsonaro afirma que a ideia da fusão foi discutida e que possivelmente será modificada. “Serão dois ministérios distintos, mas com uma pessoa voltada para a defesa do meio ambiente sem o caráter xiita, como feito nos últimos governos”, diz.

*Com informações da Folhapress.

João Alberto

Jornalista: DRT 0008505/DF. Radialista, Escritor e Poeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *