Fórum Mundial da Água vai discutir resolução de conflitos hídricos entre países

Estande do 8º Fórum Mundial da Água durante a Fenasan 2017

Realizado pela primeira vez no Brasil em 2018, o Fórum Mundial da Água terá como tema principal a resolução de conflitos hídricos entre países.

Esse foi um dos pontos levantados pelos organizadores do evento, que concederam entrevista coletiva em São Paulo nesta terça-feira (30). O Fórum será realizado em Brasília no mês de março e a expectativa é que sejam reunidas 40 mil pessoas de 160 países.

O Brasil, por exemplo, compartilha duas de suas mais importantes bacias hidrográficas com outras nações da América do Sul: A do rio Amazonas e a do Paraná.

O presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga, diz que, em alguns casos, como no rio Nilo, na África, já existem órgãos colegiados de ministros que decidem sobre casos específicos.

Mas ele adverte, no entanto, que essa não é uma realidade muito presente no mundo e que o Fórum deve discutir a regulação internacional sobre os rios.

“Não há um arranjo jurídico num caso internacional. Daí a importância de olhar que alternativas estão sendo usadas em diferentes partes do mundo e isso certamente será discutido no nosso fórum”, diz Braga, que também é secretário estadual de recursos hídricos de São Paulo.

Não por acaso, o lema do Fórum que será realizado em Brasília neste ano é: “Compartilhando Águas.” O evento também chama a atenção da iniciativa privada.

A Associação Brasileira da Infraestrutura e das Indústrias de Base (Abdib) enxerga oportunidades, já que apenas 6% das cidades do país têm saneamento privado, de acordo com levantamento da Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Água e Esgoto (Abcon).

O presidente-executivo da Abdib, Venilton Tadini, aposta que as dificuldades financeiras do setor público podem abrir espaço para uma atuação das empresas.

“É importante que nós trabalhemos não só para melhorar a questão da regulação, mas também das formas de PPP e concessões que podem ser feitas”, afirma Tadini.

O Fórum Mundial da Água é realizado a cada três anos e vem para o Hemisfério Sul pela primeira vez em 2018.

O evento neste ano é realizado em Brasília entre os dias 18 e 23 de março. Outras informações podem ser obtidas no site www.worldwaterforum8.org

João Alberto

Jornalista: DRT 0008505/DF. Radialista, Escritor e Poeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *